Babador Higiênico Descartável

O trabalho a seguir tem por objetivo apresentar de forma global o projeto que desenvolvi. Será possível, entender aspectos globais que envolveram o planejamento, a fabricação, a comercialização, o interesse mostrado pelo consumidor final e os benefícios que ofereço com este projeto, visando uma negociação de parceria para a continuidade do produto no mercado. Por se tratar de uma apresentação, não serão abordados aspectos técnicos em profundidade.

terça-feira, 2 de outubro de 2007

Projeto Babador Descartável

Babador Higiênico Descartável

Programa exibido pela Rede Globo - PEGN - Pequenas Empresas Grandes Negócios

video
O Projeto
Iniciei o projeto do babador descartável em 2001 como um projeto pessoal. Tive esta idéia de fabricar um babador descartável após ter comprado o babador importado no shopping center. Quando fui comprar o babador, em uma loja especializada, achei o produto muito bom, mas caro. Verifiquei também que não havia algo similar nacional, nem sequer parecido.

A Patente
Com uma idéia em mente e um interesse inicial, dei o primeiro passo. Busquei uma consultoria jurídica para verificar a possibilidade legal em fabricar o produto. Visto que existem produtos similares em outros países, a minha preocupação foi resguardar a proteção da propriedade intelectual e assegurar os meu direitos de fabricação. Para isto contratei os serviços jurídicos de um escritório especializado em direitos autorais. Após uma análise minuciosa em diversos países, e um parecer positivo, patentiei o produto no Brasil como um modelo de utilidade no INPI - Instituto de Propriedade Industrial. O registro da Patente no INPI é MU 8301474-8. O registro como modelo de utilidade registra a utilidade do produto por 15 anos.

Registro na ANVISA
Em seguida, atento a possibilidade de exigência por parte do Ministério da Sáude em relação a obrigatoriedade de registro do produto, verifiquei junto ao Ministério da Saúde, a necessidade de registro ou mesmo dispensa de registro no Ministério da Sáude. Como resposta a solicitação, a Anvisa declarou que o item Babador não é considerado um produto de saúde por isto, até o momento, não há a necessidade em se obter qualquer tipo de registro por parte deste ministério.

Planejamento

Nesta etapa, do planejamento, viabilizei a continuidade do projeto. Pesquisei vários fabricantes de máquinas no setor de descartáveis, em geral fabricantes de fraldas descartáveis. Quando encontrei um fabricante que atendesse ao que estava buscando, fiz o planejamento para a fabricação do produto. Levei 9 meses aproximadamente, desde a projeção das máquinas até a aquisição dos maquinários. Nesta etapa, defini também o processo de fabricação do produto e decidi cuidar de todas as etapas da produção dentro da fabrica, dependendo apenas do fornecimento da matéria prima para a sua fabricação.

Máquinas

Adquiri 3 máquinas industriais para fabricar os babadores descartáveis.

1)-Máquina Flexográfica / Rebobinadeira / Lavadora -Imprime a estampa e a embalagem do produto. Esta máquina, é capaz de fabricar varios tipos de rótulos e embalagens em geral.



2)-Máquina do babador-Após a impressão, as bobinas são colocadas na máquina de fabricação do babador. Esta máquina, automatiozada, aplica as fitas adesivas, corta as peças e dobra os babadores até a saída da máquina. Esta máquina está projetada para uma fabricação média de 120 peças por minuto; 7.200 peças por hora; 26.400 peças em 220 horas (1 turno) ; ou ainda 52.800 peças em 440 horas (2 turnos) ou ainda 79.200 peças em 660 horas (3 turnos). Esta máquina também é capaz de fabricar outros itens como toalhas e trocador de fralda.


3)-Máquina de embalar-Inicialmente, visto que havia apenas um mercado potencial a ser explorado, o setor de embalagem contava apenas com uma embaladora simples, de corte e solda do pacote com uma capacidade para fabricar, em média, 1.500 pacotes por dia. O processo da embalagem se deu na fabricação dos pacotes com a selagem do fundo do pacote, a colocação dos babadores pelas embaladoras e a selagem dos pacotes por seladoras manuais. Após o primeiro ano, adquiri uma segunda máquina, capaz de fabricar, embalagens tipo "flow-pack", com capacidade de produção aproximada de 1.000 pacotes por hora; 220.000 pacotes em 220 horas (1 turno). Neste processo, mais automatizado do que o primeiro, coloca-se o babador na entrada da máquina e esta embala e faz a selagem do produto.

Instalações

Durante o primeiro semestre de 2003 chegaram as máquinas e se iniciaram os testes e ajustes no processo. Para isto, contratei o serviço técnico do SENAI, e uma assessoria para a elaboração do controle do processo nos padrões ISO 9001:2000. A primeira peça produzida para o mercado doméstico aconteceu no final do ano de 2003. Nos anos seguintes, vários ajustes foram feitos ao processo pela a melhoria continua e o controle das perdas.

Custo

Se você recebeu um convite para acesso, clique no link a seguir:
Vendas do Babador Higiênico Descartável
Informações reservadas para convidados.



A Precificação

Se você recebeu um convite para acesso, clique no link a seguir:
Vendas do Babador Higiênico Descartável
Informações reservadas para convidados.

A Comercialização

Se você recebeu um convite para acesso, clique no link a seguir:
Vendas do Babador Higiênico Descartável
Informações reservadas para convidados.

As vendas

Se você recebeu um convite para acesso, clique no link a seguir:
Vendas do Babador Higiênico Descartável
Informações reservadas para convidados.

A Qualidade do Produto

Trabalhei sempre com fornecedores de confiança e matéria prima de primeira qualidade. Somente após realizar vários testes para alcançar a qualidade do produto, consegui obter uma excelente qualidade no produto. Verifiquei diferentes gramaturas, fornecedores e materiais diferentes, até encontrar algo de excelente qualidade. A percepção pelo cliente foi imediata. Logo de inicio os clientes perceberam que tinham algo novo e com qualidade. Perceberam, que este produto logo cairia na preferência do consumidor. Até hoje, quando apresento uma amostra do produto, a qualidade é vista e o produto aceito.

Laudos

Todos os fornecedores também forneceram seus laudos, comprovando a qualidade da matéria prima. Para comprovar a qualidade do produto, submeti o produto aos testes de qualidade no conceituado Instituto de Pesquisa e Tecnologia - IPT. Os laudos de fabricação e qualidade do produto final também é comprovado por laudos da empresa no controle da qualidade.

Consumidor Final

A satisfação do consumidor final pode ser comprovada após a realização de uma pesquisa em campo, nos estabelecimentos comerciais. Nesta pesquisa, o índice geral de aceitação do produto ficou em 85%, onde foram avaliados aspectos como : percepção de uso, aplicabilidade, praticidade, empatia do produto, disponibilidade, custo. Os inúmeros elogios e interesse demonstrado pelos clientes, por telefone ou email, em todo o Brasil também demonstraram a satisfação do consumidor com o produto.

Parcerias

A alta qualidade do produto , o custo e a empatia do produto com a consumidora, permitiu realizar diversas parcerias com empresas multinacionais. Seja para promoções ou para comercialização com marca própria, a empresa ampliou a sua atuação no mercado pelas parcerias realizadas. Estas parceriais mesmo que pontuais, foram muito importantes pois trouxeram dinamismo na distribuição do produto e impulsionaram as vendas da empresa.

Prêmios & Marketing

O Babador Descartável conquistou desde o seu lançamento, os principais prêmios de qualidade do mercado:
2003 - AbFlexo - Pela impressão e estampa em Não Tecido ;
2004 - Embanews - Pela embalagem em caixa display ;
2005 - Prêmio Quality Brasil e Prêmio Quality Mercosul ;
2006 - Prêmio Top of Quality ; Top of Mind ;

O Negócio

A maior dificuldade que encontrei para lançar este produto no mercado, foi o investimento necessário para aquisição das máquinas. Por esta razão, ofereço o arrendamento das máquinas. Coloco a disposição também a licença de uso da patente e das marcas registradas, deferidas para comercialização do produto no mercado doméstico. Quero em contrapartida, receber um comissionamento justo, pelo uso da licença, "Royalties", sobre as vendas realizadas.

Benefícios para a empresa

Os benefícios para a empresa interessada pelo projeto são vários. Podemos considerar como os principais ganhos: Três pontos de equilíbrio.
- Ganho Bruto - o que, efetivamente, entra na empresa através das vendas ;
- Ativo Operacional - o que fica retido na empresa pelo efeito dos estoques ;
- Despesa Operacional - o que sai da empresa, ou seja todos os gastos, exceto com o material direto.

Para uma empresa posicionada no mercado com outros produtos correlatos, estes benefícios são potencializados. Cito apenas alguns : aumento do faturamento, produto, promoções de vendas, fortalecimento no mercado, ...

Marcas & Patente

Como é de praxe neste tipo de contrato, a negociação consiste em um percentual, sobre o valor faturado no mês ou o valor do mínimo, pelo que for maior ;

Produto : Babador Descartável (máquina babador)
- Patente - 3º ano
- Bavete – Deferida
- Ursinho e Ursinha - Deferida
- Kaquy – Deferida

Produto : Trocador de Fralda (máquina babador)
- Dou Dou – Deferida

Produto : Etiqueta Adesivas (máquina flexo)
- Tag It! - Deferida

Conclusão

Nesta apresentação mencionei três pontos : produto, processo e sistema. Os três pontos foram trabalhados para alcançarem o seu equilíbrio. Impossibilitado de alcançar os três pontos mencionados, procuro uma empresa interessada em dar continuidade ao projeto. O projeto tem um efeito produtivo, lucrativo, oferecendo uma alta rentabilidade e um crescimento continuo. Para que isto aconteça é necessário o esforço para negociar , produzir e comercializar o produto.

Jack Dwek
Diretor da Kaquy Ind e Com de Produtos Descartáveis
E-Mail: dwek@oi.com.br
Blog : http://www.dwek.blogspot.com/
Cel.: (55)+(11)+9169.5117

Cidadania

Blogger Feed

Arquivo do blog

ClustrMaps

Bloglines Feeds

Licença de Uso Reservado

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.